POPPEA


"Poppea", é a história de amor apaixonada e sangrenta entre Nero e Poppea em forma de dança contemporânea, inspirada na última ópera clássica de Claudio Monteverdi.


O diretor alemão Eric Gauthier argumenta que o trabalho foi "completamente atualizado para século o XXI", e não nega que está mais perto do techno.



Coreografado por Christian Spuck e dirigido por Gauthier, a dança é composta por 12 bailarinos onde misturam falas, música eletrônica e elementos fílmicos em uma peça de dança. 


Alguns anos após a sua criação, a jovem empresa alemã Gauthier dança alcançou uma notável projeção internacional.


Ao contrário do que a carreira sugere, o seu diretor artístico, Eric Gauthier, não é alemão, mas canadense. Ele nasceu em Montreal em 1977. Depois de atingir a maioridade, o dançarino seguiu os passos de seu mentor, Reid Anderson, e deixou Toronto para participar do Ballet Stuttgart. Uma vez em solo alemão, ganhou a posição de solo passando a coreógrafo e depois fundando em 2008 a sua própria empresa. "Eu quero chegar a um público jovem, que será o público do futuro." 



"Poppea"  é um trabalho coreográfico íntimo e intenso. A música de Monteverdi da ópera original ("A coroação de Poppea") é misturado com faixas de Martin Donner, Robert Schumann, Emiliana Torrini, Cat Power, Johann Paul von Westhoff e Geminiani.


Mas também incorpora filmes e textos que surgem a partir dos próprios dançarinos. Os cenários e figurinos são desenhados pela British Emma Ryott e fortalecem o clima formando uma simbiose poderosa que captura o espectador através desses caminhos escuros do amor, poder e morte. As imagens foram filmadas pela produtora Achfeld, na cidade de Berlim.










"Poppea" é uma produção de Gauthier Dance & Dança
Empresa Theaterhaus Stuttgart, em co-produção com o Théâtres de la Ville de Luxembourg e em cooperação com o Theater Bonn, Schauburg Munique e Berlin GmbH Achtfeld. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Blogger Widget